Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

 

:::Para Colecionadores:::

Ainda dizem que os bancos...

Dica da Semana

Dica da Semana

É a tua vez...

Recordar

1 mês...

Somos Campeões!!!!

Campanha de Solidarieda f...

Campanha de Solidariedade

Verdes são os campos

Mais sobre mim...

Outubro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2007

Roda dos Alimentos

Já dizia o poeta «mudam-se os tempos, mudam-se as vontades». Pura verdade! A rotina diária mudou, a oferta de alimentos e, por conseguinte, os apetites também. Pelo que a tradicional roda dos cinco grupos de alimentos também sofreu alterações.

Mas não se esqueça que com a passagem do tempo surgem novas prioridades e a alimentação saudável deve ser uma delas. Não só porque promove a saúde, como melhora o humor e habilita o corpo a fazer algumas actividades com mais facilidade.

 

A nova versão da roda dos alimentos traz muitas novidades. O seu formato original, o círculo, mantém-se. Mas, ao invés de cinco, passamos a ter sete grupos de alimentos e a água, esse bem imprescindível à vida, ocupa o lugar central do círculo.

 

Mas o que é a Roda dos Alimentos?

 

É uma representação gráfica, criada pelos portugueses na década de 70 no âmbito da Campanha de Educação Alimentar “Saber comer é saber viver”, que nos ajuda a melhor escolher e combinar os alimentos que deverão fazer parte da alimentação diária.

 

O seu símbolo, tal como o nome indica, é em forma de círculo que se divide em segmentos de diferentes tamanhos; os chamados grupos de alimentos. Mas, em muitos outros países a roda dá lugar à pirâmide dos alimentos, que na opinião dos especialistas nacionais não representa aquilo que deve ser uma alimentação saudável, ou seja, completa, equilibrada e variada. É que a pirâmide hierarquiza os alimentos, dando assim mais importância a uns que a outros. E isto não está correcto, pois deve-se dar igual importância a todos os alimentos.

 

Foram ainda objectivos desta reestruturação a promoção dos valores culturais e sociais dos portugueses ao promoverem-se produtos tradicionais como o pão, o azeite ou as hortícolas. Além disso, foram considerados objectivos pedagógicos e nutricionais. Com a nova roda introduziu-se o conceito de porção de modo a facilitar opções mais fáceis na escolha das quantidades de alimentos a ingerir.

 

 Como é constituída?

 

Antes

 

Existiam 5 grupos de alimentos sem indicação das porções recomendadas por dia. Os grupos de alimentos eram os seguintes:

 

 

I

Leite e derivados

II

Carne, peixe e ovos

III

Óleos e gorduras

IV

Cereais e leguminosas

V

Hortaliças, legumes e frutos

 

Depois

 

É composta por 7 grupos de alimentos de diferentes dimensões que indicam, precisamente, a proporção de peso com que cada um deles deve estar presente na alimentação diária:

Cereais e derivados, tubérculos

4 a 11 porções

Hortícolas

3 a 5 porções

Fruta

3 a 5 porções

Lacticínios

2 a 3 porções

Carnes, pescado e ovos

1,5 a 4,5 porções

Leguminosas

1 a 2 porções

Gorduras e óleos

1 a 3 porções

 

Não possuindo um grupo próprio, a água assume a posição central na nova roda dos alimentos. Isto porque, esta representada em todos eles pois faz parte da constituição de quase todos os alimentos. Por ser um bem tão essencial à vida recomenda-se o seu consumo diário na ordem dos 1,5 e 3 litros.

 

 

De uma forma simples e sucinta, a nova Roda dos Alimentos ensina-nos como manter uma alimentação saudável, ou seja, completa, equilibrada e variada.

 

Cátia Pina

CONFAGRI

*Tags:
Recadinho deixado por pestinha_girl às 06:07

link do post | Deixa recadinho | favorito
3 comentários:
De touaqui42 a 10 de Janeiro de 2007 às 23:30
Roda dos alimentos.
É verdade sim senhor uma ideia genial de algumas cabeças para que se ensinásse o Zé Portugues a comer.
A campanha começou em 1977 por meia dúzia de carolas, alimentáda pelo NUtricionista Emilio Peres que lamentável já faleceu.
Começou na preparação do terreno , semeou-se , tirou-se algumas ervas daninhas que impediam o bom trabalho do mesmo serviço e quando estava dando alguns resultádos vieram uns comilões que estragaram o tal BOM trabalho de meia dúzia tentaram fazer num BOM RESULTÁDO.
Assim quem apanhou a BOA FRUTA da árvore não foi quem tratou do Jardim mas sim os tais COMILÕES, que ao que parecia tinham era DOR de COTOVELo do BOM trabalho que alguns alunos nutricionistas do Dr. Emilio Peres estavam conseguido fazer.
Mas a vida deu razão e hoje tenta-se por de novo a RODA dos ALIMENTOS em acção de novo , para bem da alimentação dos PORTUGUESES.
Fantástico ouvir de novo falar no sistema da RODA de Alimentos , faz-me lembrar os BONS TEMPOS que se andou a pregar por TERRAS DE PORTUGAL numa campanha que ao fim e ao cabo estava dando FRUTOS.
Depois de tantos anos se ouve de NOVO falar na Roda de Alimentos.
De touaqui42 a 10 de Janeiro de 2007 às 23:31
Roda dos alimentos.
É verdade sim senhor uma ideia genial de algumas cabeças para que se ensinásse o Zé Portugues a comer.
A campanha começou em 1977 por meia dúzia de carolas, alimentáda pelo NUtricionista Emilio Peres que lamentável já faleceu.
Começou na preparação do terreno , semeou-se , tirou-se algumas ervas daninhas que impediam o bom trabalho do mesmo serviço e quando estava dando alguns resultádos vieram uns comilões que estragaram o tal BOM trabalho de meia dúzia tentaram fazer num BOM RESULTÁDO.
Assim quem apanhou a BOA FRUTA da árvore não foi quem tratou do Jardim mas sim os tais COMILÕES, que ao que parecia tinham era DOR de COTOVELo do BOM trabalho que alguns alunos nutricionistas do Dr. Emilio Peres estavam conseguido fazer.
Mas a vida deu razão e hoje tenta-se por de novo a RODA dos ALIMENTOS em acção de novo , para bem da alimentação dos PORTUGUESES.
Fantástico ouvir de novo falar no sistema da RODA de Alimentos , faz-me lembrar os BONS TEMPOS que se andou a pregar por TERRAS DE PORTUGAL numa campanha que ao fim e ao cabo estava dando FRUTOS.
Depois de tantos anos se ouve de NOVO falar na Roda de Alimentos.
De kaska a 12 de Janeiro de 2007 às 20:07
É verdade, a roda dos alimentos é precisa e deve ser posta em pratica. Hoje em dia os portugueses comem muito mal, a obesidade está em excesso, precisamos comer bem para sermos mais saudáveis. Bom post, lembrando uma situação necessária à mente dos portugueses.

deixar um recadinho